13 Nov 2017

Bjarke Mogensen – Biografia

0 Comentários

Nascido em 1985 na ilha dinamarquesa de Bornholm, Bjarke Mogensen rapidamente ganhou renome como acordeonista virtuoso, reconhecido internacionalmente como um músico versátil, interpretando diferentes estilos. Estreou-se aos 13 anos como solista numa emissão da televisão alemã com a Orquestra Sinfónica de Munique para milhões de espectadores. Desde então uma curiosidade incomum e a procura por novos sons e expressões do seu instrumento têm-no levado para caminhos musicais onde poucos artistas se aventuraram antes, sendo um solista bastante requisitado no mundo da música clássica.

Já durante os seus estudos, Bjarke Mogensen realizou o seu primeiro recital a solo no Weill Recital Hall no Carnegie Hall em Nova Iorque e no mesmo ano ganhou o prémio P2 Rádio Chamber Music Competition com o seu dueto MYTHOS, assim como a Almere International Chamber Music Competition em 2013. Obteve o primeiro prémio no European Broadcast Unions “New talent” Competition em Bratislava e alguns anos mais tarde recebeu o prémio Artista dos Críticos de Música Dinamarquesa – estes prémios forma atribuídos pela primeira vez a um acordeonista.

Mogensen tem participado em concertos pelo mundo inteiro desde Nova Iorque a Moscovo, da Islândia à Turquia. Tem realizado recitais em música de câmara com os violinistas Augustin Dumay e Gidon Kremer e o violoncelista Andreas Brantelid. Como solista tem trabalhado com orquestras como a Moscow Virtuosi, Kremerata Baltica, Slovak State Philharmonic Orchestra, a Tiroler Symphony Orchestra, a Danish National Symphony Orchestra, a Prague Radio Orchestra e a Filarmónica de Copenhaga, conduzidas por maestros como John Storgårds, Francesco Angelico, Rafael Payare, Lan Shui, Rolf Gupta, Leos Svarovský, Thomas Søndergaard e Vladimir Spivakov.

Bjarke Mogensen

Bjarke Mogensen

O repertório deste acordeonista é praticamente ilimitado, desde música folclórica e clássicos do acordeão com arranjos seus e transcrições até obras contemporâneas para acordeão, trabalhando também no capítulo da improvisação.

Várias das suas gravações e arranjos aclamados pela crítica podem ser encontrados no British Label Orchid Classics assim como no cd-label Dacapo-Records dinamarquês.

Bjarke Mogensen toca o acordeão Pigini Mythos N°5 e é um dos poucos acordeonistas no mundo que tocam o “quarter tonal accordion”, um instrumento feito por encomenda em Itália. Bjarke Mogensen estudou na Real Academia Dinamarquesa de Música e hoje ensina acordeão e música de câmara no mesmo estabelecimento.

Projetos futuros incluem a estreia mundial de “New accordion concertos” do compositor faroe Sunleif Rasmussen e de Poul Ruders a apresentar com a Orquestra Sinfónica Nacional Dinamarquesa e a Sinfonia Victoria do Canadá.

[topo]